Arquivo do mês: outubro 2014

Sonho impossível?

Nos bate-papos que faço nas escolas, costumo fazer uma dinâmica assim: pergunto se alguém naquela sala considera ter um sonho impossível. Quem levanta o dedo é convidado a compartilhar com os colegas o seu sonho “impossível”. Assim que o estudante revela qual é esse sonho, peço uma salva de palmas para essa pessoa corajosa que sem dúvidas vai realizar seu sonho.

Dia desses, quando uma menina levantou o dedo para compartilhar seu sonho “impossível”, ela ficou nervosa e não conseguiu falar. Ao final do bate-papo, pediu para a professora me entregar um bilhete escrito: “Desculpe por não ter tido coragem de falar. Meu sonho impossível é que meus pais se reconciliem e que eu possa dar uma vida decente pra eles, pois a infância deles foi muito difícil. Não ria, por favor”.

Sei que essa menina querida está me lendo agora, então respondo: minha linda, jamais vou rir de um sonho tão lindo e nobre. Não posso garantir que seus pais vão se reconciliar, pois casamentos podem ser difíceis e cruéis. Mas garanto que eles vão superar a infância difícil ao verem uma filha como você brilhando na vida.

Quem aí vai ter a audácia de rir? Eu não.

2 Comentários

Arquivado em Repórter distraída