Arquivo da tag: fim de algo

Fim de Algo

Era um sábado a tarde quando resolvi sair de casa para comprar pães. Fui caminhando à panificadora. Antes de entrar no local, me alegrei por perceber que pegara aquele horário em que o dia se veste de noite. Quando o sol mostra suas plumas e suas rendas, e deita, cobrindo-se com um lençol azul escuro, na esquina do planeta.

Essa metamorfose do dia em noite dura apenas alguns minutos. Acontece diariamente, porém, não é sempre que conseguimos acertar a hora de testemunhá-la. Sol, esta noiva.

Assim que o cenário do mundo ficou escuro, eu entendi que algo dentro de mim também ganhara o tom azul, pontilhado por estrelas. Parada na calçada, com um pacote com pães no braço esquerdo e uma dúvida no direito, olhei para cima, procurando a resposta.

Muitas vezes, quando olhamos para o infinito do universo, é para dentro da gente que olhamos. E foi dentro de mim que encontrei o cruzeiro do sul. Ele apontava para o ponto final da minha adolescência.

Caminhando lentamente, continuei vivendo sobre as flores finais dos vinte e poucos anos, das espinhas, das intempéries da juventude, do rebuliço dos hormônios. Andando, pé por pé, atravessei o canteiro de flores que separa a adolescência da… daquilo que vem depois. Vida adulta? Estabilidade? Felicidade? Altruísmo?

Não sei. Mas, com a sacola de pães em um braço e um leve tremor no outro, continuei caminhando para casa, em uma noite fresca, estrelada, sob o cruzeiro do sul.

4 Comentários

Arquivado em Distrações